19º Programa Cuide da sua saúde 17 Outubro de 2013

Suplementos para combater as gripes e constipações.

Podcast RDP Internacional

 

Suplementos para Combater as Gripes e Constipações

Na prevenção e no tratamento das gripes e constipações é muito importante a condição imunológica do organismo. Quanto melhor estiver preparado o organismo, melhor resistirá à ação dos vírus e das bactérias.

Como Reforçar as Defesas Orgânicas: Fortalecer o sistema Imunitário
Para aumentar as defesas imunológicas é necessária a utilização de alimentos, substâncias biológicas e naturais com propriedades nutricionais, antioxidantes e imunomodeladoras, nomeadamente:


- Extracto de Alho Envelhecido – Aumenta a produção de anticorpos, aumenta a atividade dos macrófagos, células T e NK (Natural Killer);
- Cogumelos Terapêuticos – Shitaké, Maitake, Reishi, Agaricus, Coriolus  (cáps./ consumidos):  Aumenta a eficácia das células T; atividade anti-bacteriana, anti-viral, imunestimulante e imunomodeladora;
- Plantas Medicinais – Equinácia (Echinacea angustifolia,
Echinacea purpurea, Echinacea pallida
) – Imunomoduladora, Imunoestimulante, anti-viral e anti-bacteriana;

Vitamina C – Actividade antioxidante, aumenta a produção de leucócitos, aumenta a produção de células T e macrófagos, aumenta a resistência ás infecções e diminui os níveis de cortisol (resistência ao stress);

- Própolis – Resinóide utilizado pelas abelhas para selar a colmeia para a proteção de agentes patogénicos exteriores. Utilizado para prevenir e tratar afeções bacterianas otorrinolaringológicas.

- Equilibrar a Microflora Intestinal
   A condição da flora intestinal é muito importante para facilitar a assimilação dos nutrientes, a produção de vitaminas e a melhoria da imunidade geral.
    - Probióticos – Bactérias benéficas que equilibram a flora intestinal: combatem a inflamação e a proliferação de bactérias prejudiciais ao organismo; melhoram a digestão, regulam o trânsito intestinal, contribuem para a absorção e produção de nutrientes essenciais. Exemplo: Lactobacilos, Bifidobactérias – Presentes no iogurte;

 

- Consumir Alimentos Ricos em Nutrientes Antioxidantes:

 

NUTRIENTES ALIMENTOS
Vitamina C

Laranja, Tangerina, Limão, Mangostão, Quivi, Papaia, Uva, Batata, Alface, Bróculos, Espargos, Pimento, Pepino, Romã, Acerola

Vitamina A Tomate, Cennoura, Abóbora, Alperce, Manga, Batata-doce, Couve, Espinafre, Agrião
Vitamina E Salmão, Sardinha, Cavala, Atum, Sarda, Arenque, Frutos secos e Oleaginosas (Amêndoas, Nozes, Pinhões), Sementes (Girassol, Linhaça, Sésamo, Abóbora )
Selénio Aveia, Cereais integrais, Pêssego, Figado, Alho, Cebola, Milho, Cogumelos
Zinco Carne vermelha, Ostras, Mariscos, Gengibre, Gérmen de Trigo, Levedura de cerveja
Magnésio Frutos secos oleaginosos (Feijão, Grão, Ervilhas, Lentilhas, Favas)
Probióticos Iogurtes, Leites fermentados, Kéfir
Prebióticos Fibra de frutas e legumes, Vinagre de Cidra, Alho
Ácidos Gordos Essebciais Peixes gordos (Salmão, Sardinha, Cavala, Atum), Frutos secos oleoginosos, Sementes, Azeite, Óleo Linhaça
Polifenóis Chá verde, Vinho Tinto, Bagas Silvestres

 

Tratamento Natural dos Sintomas associados à Gripe

 

SINTOMA FITOTERAPIA SUPLEMENTOS ALIMENTARES

BAIXA DE IMUNIDADE



 - Equinácia (Extrato - gotas, comprimidos, xaropes)

- Visco Branco (Tisana, Extracto - gotas, xarope)

- Sabugueiro (Tisana, Extracto - xarope, cápsulas, comprimidos)

- Roseira Brava (Tisana, xarope, gotas, comprimidos)

 - Complexos Multivitamínicos e Multiminerais

- Probióticos (Fermentos)

- Prebióticos - Fruto - Oligossacáridos e galacto- oligossacáridos

- Alho envelhecido

- Vitaminas D3, A, C, E

- Betaglucano, S.O.D.

- Vitaminas Complexo B

- Óleos de figado de tubarão, bacalhau

- Propólis, Glutamina

- Cogumelos

- Complexos enzimáticos

 

 

SINTOMA FITOTERAPIA SUPLEMENTOS ALIMENTARES
FEBRE

- Sabugueiro

- Salgueiro

- Gengibre

- Canela

- Ulmária

- Eupatório

- Aromoterapia - Óleos Essenciais:

- Tomilho, Segurelha, Hortelã-Pimenta, Limão e Eucalipto

- Cálcio

- Magnésio

- Sais de ShuBler

 

 

SINTOMA FITOTERAPIA SUPLEMENTOS ALIMENTARES
TOSSE

- Seiva de Pinheiro

-Alteia

-Alcaçuz

- Drosera

- Sabugueiro

- Pulmonária

- Agrião

- Líquen-da-Islândia

- Bálsamo de Tólu

- Ipecacuanha

- Alho

- Saponária

- Malva

(sob a forma de infusão, extracto, xaropes e comprimidos)

 

- Aromoterapia - Óleos essenciais:

- Funcho

- Tomilho

- Limão

- Segurelha

- Eucalipto

- Pinheiro

- Hortelã-Pimenta

 

(Diluir em água quente para inalações, vapores, aplicação o tórax, dorso e ingestão em doses reduzidas)

 

 

SINTOMAS FITOTERAPIA SUPLEMENTOS ALIMENTARES

INFLAMAÇÕES

RESPIRATÓRIAS

 - Anis estrelado

- Eucalipto

- Hortelã-Pimenta

- Tomilho

- Segurelha

- Gengibre

- Seiva de Pinheiro

- Alcaçuz

- Alteia

- Alho

- Bálsamo de Tólu

- Hissopo

- Drosera

- Grindélia

(Extractos, Xarope, Infusão ou Óleos Essenciais)

 - Suplementos alimentares para o sistema imunitário

- Cobre-Ouro-Prata (Cu-Au-Ag)

- Óleos Essenciais

- Eucalipto

- Limão

- Citronela do Ceilão

- Neroli

- Alecrim

- Cânfora

- Cravinho

- Canela do Ceilão

- Copaíba

- Murta

- Salva

- Ylang-Ylang

- Lisozima, Lactoferrina

 

SINTOMAS FITOTERAPIA SUPLEMENTOS ALIMENTARES

INFLAMAÇÕES

DA GARGANTA

E NARIZ

- Sabugueiro

- Hamamélis

- Salva

- Calêndula

- Salgueirinha

- Tormentilha

- Malva

(extractos, xaropes, gargarejos e lavagens)

- Óleos Essenciais:

- Anis

- Tomilho

- Eucalipto

- Limão

- Funcho

- Hortelã-Pimenta

(Inalações e Ingestão)

- Propólis (Extractos, Spray oral e nasal)

- Vitamina C

- Vitaminas Complexo B

- Cobre-Ouro-Prata

 

SINTOMA FITOTERAPIA SUPLEMENTOS ALIMENTARES

FADIGA

GERAL

- Ginseng Siberiano

-Alfalfa

- Bagas de frutos silvestres

- Clorella

- Spirulina

- Alga azul

(Extratos ou xaropes)

- Óleos Essenciais:

- Limão

- Eucalipto

- Canela

 

- Mangostão

- Geleia Real

- Cereias Germinados

- Complexos Multivitamínicos

- Complexos Multiminerais

- Magnésio

- Vitaminas Complexo B

- Cobre-Ouro.Prata

- Zinco

- Selénio

- Germânio

- Vitaminas A,C,E

- Vitamina B1

- Ácidos gordos Polinsaturados Omega 3

- Lecitina de Soja

- Levedura de Cerveja

- Coenzima Q10, NADH

Infusões Anti-Gripais
- Gengibre e Limão
- Eucalipto e Alfazema
- Alcaçuz e Cavalinha
- Tomilho e Alecrim
- Hortelã-Pimenta e Poejos
- Erva-Príncipe e Carqueja
- Anis Estrelado (com qualquer uma das plantas mencionadas)

 

Composição de Chá para Vapores

- Alfazema – 20 gr
- Eucalipto – 20 gr
- Pinheiro – 20 gr
- Hortelã – 20 gr
- Tomilho – 20 gr

1 Litro de água a ferver, juntar 2 colheres de sopa da mistura e aspirar a infusão, colocando uma toalha na cabeça (vapores para realizar á noite)

Indicado para descongestionar as vias respiratórias superiores em adultos e crianças

 

Chá de Raíz de Gengibre

Modo de preparação
1 litro de água para 1 colher de sopa de raíz de Gengibre fresco (cortado em lascas ou rodelas finas). Deixar ferver cerca de 15 minutos, retirar do calor, tapar e deixar em maceração cerca de 15-20 minutos. Deve beber-se quente.

Indicações Propriedades anti-inflamatórias e anti-sépticas. Indicado para processos inflamatórios e/ou infecciosos. Pode ser ingerido ou aplicado localmente sob a forma de compressas.

Composição de Chá para a Tosse
- Drosera – 20 gr
- Efedra – 10 gr
- Eucalipto – 20 gr
- Grindélia – 10 gr
- Alcaçuz – 10 gr
- Tomilho – 10 gr
- Castanheiro – 5 gr
- Cipreste – 5 gr
- Énula – 5 gr
- Piscídia – 5 gr
1 Litro de água para 1 colher de sopa, deixar em infusão 20-30 minutos, coar e beber
Indicado para tosse irritativa, produtiva e não produtiva


 Composição de Chá Broncodilatador
- Drosera – 20 gr
- Efedra – 20 gr
- Eucalipto – 20 gr
- Bisnaga – 20 gr
- Lobélia – 20 gr

Composição de Chá Expectorante
- Raíz de Alteia – 10 gr
- Anis Estrelado – 10 gr
- Líquen da Islândia – 10 gr
- Alcaçuz – 10 gr
- Malva – 10 gr
- Pinheiro – 10 gr
- Énula Campana – 10 gr
- Marroio – 10 gr
- Alho – 10 gr
- Saponária – 10 gr
1 Litro de água para 1 colher de sopa da composição
  Deixar em maceração após infusão, cerca de 1 hora

Prevenção da Gripe

Na Prevenção da gripe, é importante evitar os choques térmicos e promover o reequilíbrio térmico entre o interior e o exterior do organismo.
- Praticar exercício físico ao ar livre
- Diminuir o consumo de tabaco
- Adoptar hábitos de vida saudáveis
- Introduzir alterações alimentares que permitam maior aporte de nutrientes antioxidantes para optimizar os processos de defesa
- Reforçar o sistema imunitário com recurso a suplementos alimentares
- Aumentar a ingestão de líquidos
- Reequilibrar a flora intestinal

Recomendações para Lidar com a Gripe
- Ambiente – Mantenha-se em casa, num ambiente sem grandes variações de temperatura, evitando os ares condicionados e prevenindo o arrefecimento do corpo. Mantenha-se na cama quente, promovendo a sudação e permitindo que o corpo combata a febre e a infeção. Repouse.

- Hidratação – Mantenha-se hidratado, bebendo cerca de 2,5 litros de líquidos ao longo do dia – água filtrada, mineral, tisanas (infusões de planats de acordo com a sintomatologia) ou sumos de frutas. Canja de Galinha; caldos quentes .
A hidratação melhora as  secreções e os fluidos corporais. É fundamental prevenir a desidratação, especialmente quando há febre, vómitos ou diarreia.

Medidas de Higiene
As medidas de higiene para a prevenção do contágio da doença incluem a lavagem de mãos frequente com uma solução alcoólica (pode substituir-se por solução de água e vinagre de Cidra ou mistura de óleos essenciais de limão, eucalipto, hortelã-pimenta e cânfora, que são excelentes anti-sépticos.
Use um saquinho de gaze com pedras de cânfora ao peito. Parece que durante a Gripe espanhola, os profissinais de saúde que lidavam com as vítimas, usavam-na ao peito e raramente contraíam a doença.
Utilize difusores de óleos essenciais para vaporização para o ambiente – criam um ambiente asséptico e diminui o contágio. Ex: Lavanda, Eucalipto, Limão, Canfora, Malaleuca, Oregão, Terebintina. Hortelã-pimenta, Pinheiro, Tangerina, Sândalo, Murta, Gerânio e Abeto da Sibéria.

 

A Condição Psicológica
- Evitar alarmismos e pânico
- Manter a calma e serenidade
- Cumprir todas as regras de higiene - Ser responsável e promover a protecção individual e colectiva
- Manter hábitos de vida saudáveis
- Dormir bem
- Manter o relaxamento, boa-disposição e optimismo
- O modo como se lida com a situação é determinante para aumentar ou diminuir as defesas
- Evitar o stress emocional continuado, pois contribui para a elevação dos níveis de adrenalina  e cortisol e enfraquece as defesas
- A tristeza e depressão afetam o equilíbrio das vias respiratórias e torna-o mais vulnerável ao contágio e agravamento do estado.

 

Para mais Informações:  www.dgs.pt

Cuide da Sua Saúde.

Até para a semana.

Manuel da Fonseca