44º Programa Cuide da sua saúde: Gota, Acido ùrico, 10 Abril 2014

Podcast RDP Internacional

 

Gota e Ácido Úrico

O ácido úrico é uma subtância produzida naturalmente pelo organismo, resultante do metabolismo final das purinas, encontrada normalmente no corpo humano. Quando o ácido úrico não é convenientemente excretado pelos rins, quer por défice de excreção ou falência da função renal ou por deficiências enzimáticas (causas hereditárias e genéticas), os níveis encontram-se elevados no organismo. Outro dos fatores tem a ver com o tipo de dieta rica em substâncias geradoras de ácido úrico.

A hiperuricémia carateriza-se pela concentração elevada de ácido úrico no sangue e que pode ser provocada pelo aumento da produção de ácido úrico ou pela diminuição da capacidade de eliminação renal. O aumento e/ou a diminuição da excreção de uratos causa a doença Gota.

No entanto, níveis elevados de ácido úrico não significam que o individuo sofra de gota. Só alguns hiperuricémicos (excesso de ácido úrico no sangue) desenvolvem gota. Por vezes em determinados indivíduos com crises de gota, não apresentam níveis de ácido úrico elevados no sangue. No entanto, todos os gotosos são hiperuricémicos

 

Gota

Doença inflamatória associada ao metabolismo do ácido úrico. A produção aumentada de ácido úrico leva ao seu acumulo no sangue ou à formação de cristais (urato de sódio) e cálculos de ácido úrico, os quais se depositam nas articulações, nos tecidos (causando degeneração das articulações) e por vezes ao nível do trato urinário. A acumulação de cristais de ácido úrico (urato monossódico) nas articulações manifesta-se sob a forma de crises de artrite - artrite gotosa - causa crises agudas e dores extremamente violentas, com inflamação (dor, calor, rubor e inchaço), afetando principalmente as articulações dos membros inferiores e em especial a articulação do dedo grande do pé (podagra), causando hipersensibilidade ao toque (não havendo sequer a tolerância do toque de um lençol, quando estão deitados na cama).

A Gota era designada pela “doença dos Reis”, pelo fato de serem apenas as classes nobres e mais abastadas que consumiam em excesso carne e vinho tinto e que padeciam da doença.

 

Principais causas da acumulação de Ácido Úrico

O consumo excessivo de alimentos ricos em proteínas (purinas) de origem animal (carnes vermelhas, coelho, marisco) ou vegetal (manga, leguminosas), consumo de bebidas de elevado teor alcoólico, bebidas brancas e cerveja. A predisposição hereditária ou alterações do metabolismo das purinas (défice de enzima a nível renal) e os níveis elevados de triglicéridos também parecem agravar o metabolismo das purinas.

Alimentos a Evitar:

Carnes Vermelhas de animais jovens, enchidos, coelho, marisco, cerveja, álcool, vinho branco, bebidas brancas, frutos do mar, bivalves, chocos, lulas e polvo, leguminosas (feijão, grão, ervilhas, lentilhas, grão de bico); vísceras (fígado, miolos, coração), salsichas, salames, molhos de carne, carnes de animais jovens, evitar os espargos, cogumelos e ruibardo.

Deve também evitar-se o consumo de água muito mineralizada e com muito resíduo e com o pH ácido.

Deve consumir-se com moderação os enchidos, fígado de vitela, bacalhau, margarinas e gorduras saturadas.

Como alternativa aos alimentos proteicos de origem animal pode optar-se pelo consumo da soja e dos seus suprodutos.

 

Alimentos a Consumir

Aipo (diurético; combate o ácido úrico), Arando Vermelho, Alho, Cerejas, Salsa, beterraba, maçã (ácido málico), Abóbora, Groselha, abacate, laranja (favorecer a eliminação do ácido úrico), morango, tomate (tomar cerca de 200 a 250 ml de sumo de tomates frescos e maduros), uva, melancia e melão (frutas diuréticas), abacaxi (sumo de ananás ajuda a prevenir crises de gota), castanha (anti-gotosa), cereja (diurética), Kivi (ação contra a gota), limão, maçã (vinagre de sidra – anti gotoso), morango e cereja (desintoxicam em caso de gota).

Remédios Caseiros

- Sumo de beterraba, cenoura, pepino, agrião, salsa - beber em jejum.

- Sumo de Pepino, Cenoura e água de coco – beber em jejum

- Sumo de Ananás ou Abacaxi

- Sumo de Tomate

- Sumo de Cereja

- Banho de rizomas de Feto Macho em água fria (colocar na região afetada)

- Óleo de abacate – usado para fricções na região afetada

 

Recomendações para Lidar com o Excesso de Ácido Úrico/ Gota

A melhor forma de prevenir o excesso de produção de ácido úrico é através da alimentação, nomeadamente evitar o consumo de alimentos ricos em purinas (leguminosas, vísceras, etc); Aumentar a ingestão de água, especialmente de águas de pH alcalino e pouco mineralizadas (previne a eliminação renal e evita os ataques agudos de gota); as águas minerais diuréticas, bicarbonatadas e sódicas; Realizar controlo frequente dos níveis de ácido úrico no sangue.

 

Plantas Medicinais

As plantas medicinais mais indicadas na gota são essencialmente aquelas que têm ação diurética e com capacidade de desintoxicação renal e hepatobiliar, nomeadamente:

Quebra Pedra (também para a Pedra nos Rins de cristais de ácido úrico), Harpago (diminui ácido úrico e previne as crises de Gota), Cavalinha, Arenária, Alecrim, Urze, Alcachofra (previne os Cálculos hepáticos, Biliares e Renais – Elimina o ácido úrico), Arenária, Groselheira Negra, Freixo, Zimbro, Cereja (Pés), Tília, Berbéris, Bardana, Uva Ursina, Bétula, Urtiga, Freixo, Taraxaco, Grama, Ulmária, Verbasco, Rábano Negro, Beldroega, Salgueiro, Sabugueiro, dente de leão, morangueiro, Vara-de-ouro, Urtiga, Java e Bétula.

 

Suplementos Alimentares: Papaína (anti-inflamatória), MSM (analgésica), Vitamina C (antioxidante; elimina cristais de ácido úrico)

 

 

 

Cuide da Sua Saúde.