38º Programa Cuide da sua saúde: Andropausa, 27 Fevereiro 2014

Podcast RDP Internacional

 

A Andropausa

A Andropausa é um síndrome que se carateriza por um conjunto de sinais e de sintomas associados à diminuição dos níveis hormonais de testosterona associados ao processo de envelhecimento do homem.

 

Principais Efeitos do Défice de Produção de Testosterona

Os efeitos fisiológicos da Testosterona ao nível das funções sexuais, metabólicas, ósseas e musculares é bem conhecido.

Ainda que o diagnóstico da andropausa não seja suficiente através da análise sanguínea dos níveis de testosterona, a sua deficiência pode revelar alguns indícios, que poderão manifestar-se sobretudo por alguns sinais e sintomas específicos, nomeadamente:

 

- Alterações ao nível sexual: diminuição da líbido e da frequência de ereções, disfunções ejaculatórias e disfunção erétil

- Alterações do humor

- Fadiga física e psíquica

- Diminuição da força muscular

- Aumento da gordura corporal

- Diminuição da densidade óssea

- Aumento da próstata (Hiperplasia benigna da próstata)

 

Andropausa e Cancro da Próstata

Diversos estudo científicos demonstraram que nos homens chineses existe uma baixa prevalência e incidência de cancro de próstata, devido a alimentação rica em isoflavonas de soja e às altas concentrações de isoflavonas no sangue e líquido prostático dos chineses, comparativamente com os europeus.  Um dos estudos envolveu uma amostra de homens portugueses. Concluiu-se o elevado efeito protetor das isoflavonas de soja sobre o cancro da próstata. Parece que o efeito dos estrogénios diminui o nível de testosterona livre.

Os fitoestrogénios pela sua ação anti-tumoral e por não terem efeitos adversos dos estrogénios podem ser importantes na prevenção de doenças hormonodependentes como o cancro da próstata (prevenção de tumores prostáticos).

 

Produtos com Derivados de Fitosteróis

O consumo de produtos e subprodutos da soja e extratos de fitosteróis também parece beneficiar os homens e não apenas as mulheres. O efeito estrogénico promove a proteção contra o cancro na próstata e contribui para o aumento da densidade óssea.

 

A Hiperplasia benigna da próstata (HBP)

 O aumento do volume da próstata (HBP) é o mais frequente problema urológico dos homens, a partir dos 65 anos. Alguns dos sintomas do adenoma prostático causa principalmente perturbações funcionais como micções frequentes (particularmente à noite), dificuldade em urinar com diminuição do volume e da força do jato urinário e a sensação de esvaziamento incompleto da bexiga (devido a questões hormonais e inflamatórias da próstata, tal como a prostatite).

Para avaliação da situação clínica normalmente são pedidas análises à urina e ao sangue, nomeadamente ao PSA (marcador tumoral) e Ecografia prostática e por vezes renal e vesical.

 

- Suplementos Alimentares mais utilizados:

- Vitaminas A,C e E

-  Zinco

- Selénio

- Licopeno

- Ómega 3-6-9

- Coenzima Q10

- Pólen: Possui efeito benéfico sobre o tecido conjuntivo ao nível prostático

- Sementes de Abóbora (pevides): revelam atividade anti-inflamatória, sendo usadas no tratamento da bexiga irritável e nas perturbações miccionais associadas à HBP, pela sua riqueza em óleos gordos – ácido linoleico.

- Óleo de sementes de abóbora: Reduz a HBP – dificuldades de micção, na irritação vesical e na HBP (grau I e II);

- Fitosteróis do Tubérculo da Batata Africana – A sua atividade anti-inflamatória está relacionada com síntese das prostaglandinas e B- Sitosterol.

Usado pelos nativos das regiões do Sul de África para problemas do foro urinário, passou a ser utilizado na medicina tradicional pelos emigrantes Europeus que apresentavam problemas de bexiga e próstata.

 

Plantas Medicinais Usadas no Tratamento no Aumento da Próstata (HBP)

O Aumento do tamanho da próstata leva a um aumento da frequência urinária, retenção e diminuição do fluxo urinário.

As principais plantas medicinais usadas no tratamento dos sintomas associadas, são:

 

- Palmeto (Serenoa serrulata) – Obtidos a partir dos frutos do Palmeto, são usados em medicamentos e extratos medicinais. Podem também ser consumido sob a forma de conservas, em saladas.

- Casca da Ameixieira- Africana (Prunus africana; Pygeum africanum)

- Raiz de Urtiga (Urtica Dioica) – reduz sintomas da HBP

- Abóbora (Cucurbita pepo) – Sementes de abóbora

- Fitosteróis do Tubérculo da Batata-Africana (Hypoxis rooperi)

- Extrato dos Frutos da Serenoa Repens

- Tribulus Terrestris – Planta Medicinal com efeito do tipo androgénico (aumenta os níveis de testosterona) e contribui para a melhoria da da vitalidade e bem estar geral, aumento da força e massa muscular, melhoria das funções sexuais, circulação sanguínea e função cardiovascular e melhoria do humor.

 

Referências Bibliográficas:

Da Cunha, Proença; Da Silva, Alda Pereira; Roque, Odete Rodrigues; Plantas na Terapêutica; Farmacologia e ensaios clínicos; Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, 2007

 

Cuide da Sua Saúde