COMO GERIR O STRESSE

O Stresse faz parte da nossa vida. Todos os dias existem momentos de stresse. O stresse pode ser positivo, quando nos impulsiona a agir na realização de tarefas e das atividades quotidianas, mas também pode ser negativo. Lidar por momentos com o Stresse de caraterísticas negativas pode não ser suficiente para causar danos na saúde; contudo, se a intensidade, duração e frequência do stresse se perpetuarem, podem constituir um perigo para a saúde física, psíquica e mental.

Alguns dos sintomas do stresse crónico incluem a manifestação de sintomas psicossomáticos (dores de cabeça, insónias, taquicardia, diarreia, obstipação, espasmos musculares), elevada tensão muscular e nervosa, alterações de humor, fadiga psíquica e física, esgotamento generalizado (burn-out), irritabilidade, ansiedade, agressividade, impaciência, alterações do sono, entre outros sintomas.

Outro tipo de manifestações associadas ao stresse podem incluir a Depressão, Enfraquecimento do sistema imunitário, Insónias, Fadiga Crónica e Anemia.

Aprender a gerir o stresse diário é fundamental para viver melhor. Tente moderar as suas reações físicas ao stresse: tente ser menos reativo e mais proativo; mantenha a calma, controle a respiração e evite representações mentais negativas (o cérebro não distingue uma situação imaginária de uma situação real). Desvalorize os pormenores e tente focalizar-se no que é verdadeiramente essencial e importante. Defina prioridades e organize o seu dia à dia em função desse plano.

Tente ser otimista e valorizar os aspetos positivos da sua vida.

Realize atividades que lhe dêem prazer e o ajudem a libertar do stresse e da tensão diários.

Reserve todos os dias, pelo menos trinta minutos (pode começar por dez minutos) para si.

Aprenda a relaxar.

Desenvolva o hábito de meditar diariamente.

Pratique algum tipo de atividade física diária (pode ser a marcha) para o ajudar a ter mais resistência física, a libertar a tensão física e nervosa e a descontrair. Existem atividades como o Ioga, o Tai Chi e o Chi Kung, que  podem ajudar a relaxar a mente e o corpo.

Aproveite o convívio com os amigos, com os familiares ou com o seu animal de estimação.

Desfrute da natureza.

Pratique uma alimentação saudável, rica em antioxidantes (fruta, legumes, cereais, leguminosas, oleaginosas, frutos secos), para se proteger da ação dos radicais livres gerados pelo stresse diário. Evite o consumo de alimentos estimulantes, como a cafeína, o álcool e a nicotina, que aumentam de forma substancial os níveis de energia, mas que criam uma enorme dependência.

É fundamental que tenha um sono repousante. A qualidade do sono é muito importante para restabelecer todo organismo, para assimilar e integrar todas as informações que reteve ao longo do dia, para renovação de energia, rejuvenescimento, reparação celular e para o preparar para o dia seguinte.

 

As Plantas Medicinais e Suplementos Alimentares mais indicados, são:

- Plantas Medicinais Adaptogénicas (úteis em situações de stresse, ansiedade e fadiga):

        - Ginseng Coreano (Panax Ginseng) – Ajuda o organismo a resistir melhor ao stresse, ás agressões, ao excesso de trabalho (físico e intelectual), permitindo uma melhor gestão da energia e diminuindo a exaustão.

       - Ginseng Siberiano (Eleutherococcus senticosus) – Aumenta a resistência do organismo face ao stress (físico, mental e ambiental). A sua atividade ao nível da modelação da resposta do corpo ao stresse (pela ação ao nível das glândulas supra-renais) é fundamental nas situações de stresse crónico.

      - Rodiola (Rhodiola rosea) – É igualmente uma planta adaptogénica, com elevada capacidade de regulação dos níveis de serotonina ao nível cerebral, que parece melhorar os sintomas associados ao stresse e induzir uma melhor resposta adaptativa.

- Plantas Medicinais com Propriedades calmantes: Passiflora (Passiflora incarnata); Valeriana (Valeriana officinalis); Camomila (Matricaria chamomilla) e o Hipericão (Kneipp) (Hiperycum perforatum), que ajuda a combater a ansiedade e os estados depressivos.

 

Suplementos Alimentares mais indicados no Stresse:

- Vitaminas do Complexo B – Fundamentais para a regularização do sistema nervoso; combatem a ansiedade e ajudam a aumentar a resistência ao stresse.

- Magnésio – Fundamental para as funções nervosas e musculares; O stresse aumenta as necessidades do consumo de magnésio.

- Melatonina – A Melatonina tem um papel importante na regulação do ritmo circadiano, sendo muito relevante a sua ação na regulação do ciclo vigília-sono. A sua utilização é bem conhecida para prevenir o efeito do Jet Lag das pessoas que viajam entre países cujos fusos horários são muito diferentes, nas pessoas que trabalham por turnos e nas pessoas que têm insónias ligeiras a moderadas.

- Triptofano – É um aminoácido precursor da síntese do neurotransmissor serotonina. A diminuição da concentração sérica de triptofano está associada á baixa concentração de serotonina ao nível do cérebro. A suplementação de triprofano revela-se útil para combater os sintomas da depressão, alterações do humor e insónias.

 

Estes conselhos, asociados a uma alimentação equilibrada e a hábitos de vida saudáveis, podem ajudá-lo a lidar melhor com o stresse e a viver com mais qualidade. 

 

 

O conteúdo deste site encontra-se protegido por Direitos de Autor.

Todos os trabalhos estão registados no IGAC

- Direcção Geral das Actividades Culturais -

É proibida a reprodução, parcial ou total, sem menção da autoria ou proveniência.